Psicologia em Ribeirão Preto

16th
mar

imagem-curso-psicanaliseO título que escolhi para minha fala de hoje evoca, para mim, pelo menos dois pontos fundamentais que eu gostaria de refletir com vocês nesta manhã.

O primeiro e mais aparente é: o que é psicanálise e o que ela não é. Ora, se pensarmos que a prática da psicanálise se define pelo seu campo ético, o fazer-se psicanalista não pode vir desacoplado da práxis[1] de psicanalisar alguém. Dito isso, é fundamental que definamos em que consiste o método da psicanálise, diferenciando-o do de outras terapias. Para isso seguiremos o que nos diz Freud em seu sugestivo artigo intitulado “O método psicanalítico de Freud”, escrito em 1903, mas também o paralelo que ele estabelece em um artigo de 1904 entre as diferentes técnicas psicoterápicas.

Leia Mais

4th
mar

evento_1456950252

Nos dias 12 e 19 de março haverá um ciclo de palestras intitulado “O trabalho analítico na psicanálise contemporânea” organizado pelo Curso de Pós-Graduação em Psicoterapias de Abordagem Psicanalítica do Centro Universitário Barão de Mauá.

Os palestrantes

São profissionais com larga experiência clínica e acadêmica, mestres e doutores em Psicanálise bem como membros da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto. Além disso, todos eles integram o corpo docente do Curso de Pós-Graduação que está organizando o evento.

Leia Mais

18th
jan

download (8)Já estão abertas as inscrições para  Grupos de Estudo em psicanálise com início em 2016!

Por que estudar psicanálise em grupo?

O estudo da psicanálise é árduo e envolve muita dedicação individual. Leituras sistematizadas feitas individualmente são imprescindíveis para aqueles que querem conhecer o método de tratamento e o conjunto teórico criado por Sigmund Freud no final do século XIX. Além disso, é altamente desejável que o interessado tenha tido ou esteja tendo alguma experiência como analisando.

Leia Mais

6th
jan

imagem-curso-psicanalisePara os interessados em aprofundar seus conhecimentos na abordagem psicanalítica:

Estão abertas as inscrições para o curso de pós-graduação em Psicoterapias de Abordagem Psicanalítica do Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto.

As aulas acontecem aos sábados, das 8:30 às 12:00 e das 13:00 às 16:00 horas e conta com docentes experientes e qualificados: mestres, doutores e membros da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Ribeirão Preto.

Leia Mais

5th
jan

downloadMeu objetivo neste texto é elaborar algumas reflexões a respeito do fator monetário na relação terapêutica. Falando mais claramente minha proposta é refletir sobre o modo como o terapeuta lida com o fato de receber dinheiro para cuidar de seus pacientes e de como paga, ou não, o preço pelo gozo que isso lhe traz.

Partirei para tanto de uma primeira imagem, provocadora: um analista se encontra com seu paciente algumas vezes por semana, que podem ser três ou quatro. O paciente se deita em um divã e o analista se coloca o mais confortavelmente possível atrás dele. Ambos estarão envolvidos durante os cinquenta minutos de encontro em uma tarefa altamente libidinal (leia-se prazerosa): associar livremente.

Leia Mais

30th
dez

download (9)Meu objetivo neste texto é problematizar uma concepção recorrente: a de que causas banais e atuais da vida quotidiana provocam o que em psicanálise chamamos de neuroses e outras desordens mentais.

Uma pessoa procura um analista e lhe diz na entrevista, quando indagada sobre o que ela pensa a respeito das motivações que a fizeram produzir determinados sintomas, que é por causa do estresse no trabalho ou por algum trauma vivido recentemente, ou ainda, por um dissabor no trabalho ou no casamento ou a perda de um ente querido.

O que o analista pensa disso?

Ele pensa que esta pessoa está somente parcialmente do lado da verdade. Vejamos o porquê.

Leia Mais

21st
dez

images (3)Para tecer minhas reflexões sobre este relevante tema parto de algumas observações colhidas ao longo dos meus anos de experiência como clínica e supervisora. Como supervisora, não é incomum perceber no terapeuta supervisionado a emergência de fortes sentimentos contratransferenciais com relação aos pais da criança atendida. O rol de sentimentos é variado, mas em seu espectro estão presentes ciúme, busca de pacto com um dos membros do casal e rivalidade com o outro, competição com relação à capacidade de cuidado parental (“eu sou melhor pai ou mãe que ele ou ela”), inveja e idealização. Como clínica no atendimento de crianças e pais observo o forte impacto que a transferência dos genitores, estabelecida muitas vezes já no primeiro contato telefônico, exerce sobre a mente do analista.

Leia Mais

14th
dez

dvd_8331Meu objetivo neste texto é demonstrar como a presença de neurose em cada um dos membros de um casal pode impactar negativamente a relação conjugal e, muitas vezes, inviabilizá-la. Para tanto utilizarei como estímulo para refletir sobre o tema o filme “A difícil arte de amar”, lançado em 1986 sob a direção do norte-americano Mike Nichols e estrelado por Meryl Streep e Jack Nicholson.

A história, aparentemente banal, começa com Rachel (Meryl Streep) flertando em um casamento com Mark (Jack Nicholson). Ela se apresenta como uma mulher independente, cabelos curtos, roupa elegante e sóbria. Trabalha como escritora de matérias culinárias na agitada cidade de Nova York. Durante a cerimônia, toma a dianteira no flerte, olha para ele, visivelmente mais velho que ela, pelo espelho da maquiagem. Ele, galante e com histórico de mulherengo (o solteiro mais famoso da cidade), devolve o olhar.

Leia Mais

26th
out

supervisão online em psicanálise

Se você é psicólogo ou psiquiatra, atende no consultório utilizando a psicanálise ou pretende aprender a utilizá-la no trabalho com os seus pacientes, agora você tem a chance de fazer supervisões pela internet.

A supervisão em psicanálise online é uma saída muito interessante, pois disponibiliza o conhecimento psicanalítico a um número maior de pessoas que, de outra maneira, não teria acesso aos conhecimentos de um psicanalista numa supervisão presencial. Leia Mais

26th
out

downloadNa semana passada recebi o contato da Aline pedindo-me para comentar sobre como a psicanálise pode contribuir para compreender o paciente que apresenta sintomas obsessivos. Ela escreveu:

Olá, Ana. Gostaria de saber um pouco mais em relação ao paciente diagnosticado com TOC. Como são estruturadas as sessões? Qual o olhar da psicanálise em relação a esse sujeito? E por último o que fazer quando esse sujeito demonstrar resistência principalmente à associação livre?

Meus comentários:

Leia Mais